Passeio para Observação das Baleias na Costa do ES

DICAS DE PENEDO/RJ
08/11/2018
Sunset Tour Experience – Rio de Janeiro
29/08/2019

Passeio para Observação das Baleias na Costa do ES

Olá amigos do blog !! Viemos desta vez, compartilhar com vocês um passeio que fizemos com grandes emoções, sejam elas perceptivas, sejam elas fisiológicas, sejam elas emocionais. Vamos lá?Então leiam até o final a matéria, e sintam um pouco do que sentimos nestas horas que ficamos dentro de um barco.

Já a algum tempo, tínhamos a ideia de viajar para a costa da Bahia com o intuito de ver as baleias  que passam por lá, com o intuito de procurarem águas mais quentes afim de procriarem.

Havia sim, um planejamento para esta aventura, mas tínhamos que conciliar com aulas do filho, um feriado bom ou nossas férias, o que não estava acontecendo. Eis que surge um convite para, aqui no nosso Estado do Espírito Santo, podermos fazer um passeio no intuito de avistarmos as baleias, que passam por aqui.

Bom, vamos dividir este blog em pequenas partes, mas que são necessárias para que vocês possam entender como funciona todo o processo, desde a equipe que leva as pessoas, até o retorno ao píer.

Nosso parceiro desta vez foi a AVES Voando Alto, uma agência de turismo de aventura, que, por meio do Téo, nos convidou para fazer o que foi junto com nosso passeio as Cataratas do Iguaçu, a maior emoção que tivemos. Eles são um grupo de amigos aventureiros, capazes e competentes, treinados para as aventuras as quais se dispõem a fazer. A agência surgiu em 2013, e que vem alçando voos cada vez mais altos, conquistando seu espaço no mercado de turismo aventureiro. Ao final da matéria, daremos todos os meios de contato desta agência.

As Baleias

Entre os meses de junho e novembro, as baleias da espécie Jubarte migram para o litoral do Espírito Santo e da Bahia para reprodução, o que tem possibilitado o acompanhamento e o estudo mais detalhado desta espécie, bem como é a mais utilizada no turismo de observação no mundo. Suas acrobacias e suas grandes nadadeiras e cauda, as tornam inconfundíveis. Abaixo, fiz um compilado de alguns videos, que eu fiz no passeio e que outras pessoas que estavam em nosso passeio também fizeram. Não incluí nenhuma música para vocês poderem ouvir a nossa emoção, e os videos foram feitos com o balanço da embarcação,  Agradeço a cooperação de todos que compartilharam em nosso grupo do whatsapp.

Podendo medir entre 11,5 e 17 metros de comprimento, pesando até 40 toneladas, elas tem uma cauda que pode atingir até 5,5 metros de largura. São as caudas que identificam cada baleia, servindo como uma espécie de impressão digital. Existe um banco de dados do Projeto Amigos da Baleia, que contem inúmeras fotos de caudas deste espécime grande e bela.

As baleias Jubarte não possuem dentes e sim barbatanas em seus lugares, que se localizam no céu da boca, servindo para filtrar o alimento da água. Possuem também enormes nadadeiras peitorais, que podem chegar a 5m.

No site www.amigosdajubarte.com.br, existem muitas outras informações sobre as baleias Jubarte e outras espécies marítimas que passam pelo litoral do nosso Estado do Espírito Santo.

Feitas as apresentações da baleia, vamos ao nosso passeio, que ocorreu no dia 18 de agosto de 2019.

O Passeio

Antes de nosso encontro físico para o passeio, o pessoal da  AVES Aventureiros Voando Alto, cria um grupo no whatsapp, incluindo todos os que farão o passeio no dia combinado. Ali, antes do passeio, eles nos fornecem informações preciosas, para antes e durante o passeio. Informações para segurança e bem estar de todos os que estarão a bordo do barco, bem como a confirmação ou não do passeio devido a condições climáticas no dia.

No dia do passeio, e com local de encontro pré-determinado (normalmente em frente a entrada da Capitania dos Portos, ali na Enseada do Suá, bem atrás do Hortomercado), uma pessoa responsável pelos passageiros, também já previamente apresentada no grupo do whatsapp, nos aguarda a partir das 06:15 da manha.

Todos reunidos, caminhamos uns 200m com destino ao Pier da Enseada do Suá, onde um barco a motor, bem equipado, nos aguarda. Às 7 horas em ponto, partimos para dar inicio a nossa aventura.

A embarcação chamada Mar de Abrolhos, tem aproximadamente 18 metros de comprimento, 45 toneladas de deslocamento, velocidade média de 8 milhas náuticas, capacidade para 30 passageiros, com banheiro, algumas beliches, e todos os itens necessários para uma navegação segura e tranquila. A tripulação é habilitada e treinada para este tipo de aventura assim como muito atenciosa e cordial com os passageiros.

O passeio, que se inicia às 7 horas da manha, termina normalmente as 16 horas, ou seja, são 9 horas de duração, sendo que as 3 primeiras horas são para deslocamento até o inicio da aventura. Pode acontecer de antes deste tempo de navegação,  avistarmos algumas baleias ao longe, o que ocorreu no nosso caso, mas a emoção maior é sempre depois deste tempo de viagem. Importante salientar que não existe parada em nenhum local, ou seja, o passeio inteiro por completo é feito em alto mar, com o barco navegando. Tivemos uma parada de 3 minutos apenas, para o lançamento do sonar, fim de escutarmos as baleias “cantando”.

O passeio de observação das baleias tem um custo por passageiro de R$ 220,00 (duzentos e vinte reais/Agosto de 2019), sendo que crianças de 5 a 12 anos pagam R$ 150,00 (cento e cinquenta reais).

No passeio estão inclusos água, suco, refrigerante, frutas e biscoitos. Tudo muito farto e a vontade para comer.

Orientações Sobre o Passeio

Como nós já falamos anteriormente, o pessoal da AVES enviam algumas dicas muito importantes sobre o passeio. Não custa replicar aqui estas informações, e mesmo assim vamos passar nossas orientações para ajudar vocês.

O que levar?

– Documento com foto para embarque, e no caso de crianças, certidão de nascimento;

– Óculos de Sol;

– Protetor solar;

– Chapéu ou boné;

– Copo, caneca ou garrafa individual;

– Máquinas fotográficas e celulares carregados;

– Caso queira, levar lanches, sucos, águas e frutas de sua preferência. Temos a bordo, mas a opção é sua;

– Roupas de frio e roupas que possam ser molhadas pela umidade do vento e pelo spay de espuma da água do mar;

– Remédios de uso pessoal, bem como antialérgicos e remédios para enjoo.

Dicas para não enjoar no mar

– Durma bem na noite anterior ao passeio;

– Evite comidas pesadas, gordurosas e bebidas alcoólicas;

– Não embarque com barriga vazia;

– Beba bastante água e sucos;

– Coma bolachas de água e sal ou biscoito de polvilho;

– Leve pedaços de gengibre parar mastigar/chupar;

– Evite ler no barco;

– Evite o interior da embarcação/cabina, permaneça em locais arejados.

– Evite o fumo e mantenha-se longe de quem está fumando;

– Respire fundo e lentamente;

– Evite sentir frio;

OBS: Tome os remédios anti-enjoo antes de embarcarem. Normalmente é receitado tomar de meia hora a uma hora entes de entrar no barco e repeti-lo uma hora depois do início da viagem. Outra opção é tomá-lo na noite anterior ao passeio e meia hora antes do embarque. Consulte seu médico ou leia a bula do medicamento.

Bom, agora vamos por nossas dicas pelo que passamos no nosso passeio.

Existem muitas pessoas que tem problema de enjoo quando viaja virado de costas para o trajeto seguido pela embarcação. Evite sentar no sentido contrário.

Como a embarcação não anda em velocidade alta, muito pelo contrário, vai bem devagar, ela balança um bocado. Evite ficar na parte superior da embarcação (segundo piso).

Cuidado para não escorregar ou tropeçar na embarcação. O balanço faz com que muitas vezes, percamos o equilíbrio. Procure sempre se segurar em algum lugar fixo.

Leve um bom casaco de frio. Na parte da tarde, quando esta retornando, venta muito e faz bastante frio. Se possível vá de calça e tênis.

Não existe a necessidade de se levar bebida à bordo. A embarcação tem bastante bebida a disposição dos passageiros. Leve um sanduiche ou uma comida mais reforçada para o caso de sentir necessidade. Leve sempre mais biscoito também, bolachas, doces e salgadas. Lembrando que NÂO É PERMITIDO BEBIDA ALCOOLICA A BORDO.

Leve também por precaução um lençol para forrar o colchão do beliche aonde for deitar.

Estas são mais algumas informações que passamos em cima do nosso passeio. Esperamos que ajudem.

Como Foi Nosso Passeio

Chegamos no horário combinado ao ponto de encontro.  A pessoa responsável neste dia e nossa guia era a Tatyana, que já nos aguardava no local. Devido ao horário, estacionamento não é problema ali, tem lugar de sobra para parar o carro. Não se preocupem com o local, o risco de acontecer algo com seu carro/moto é muito pequeno, pois o estacionamento é em frente a entrada da Capitania dos Portos de Vitória e muito bem vigiado.

Lembramos que não tinha remédio de enjoo para nós, e tive que dar uma corrida na farmácia para comprar. O meu consolo é que não fomos somente nós que esquecemos. Tive a companhia de outro marido comigo para comprar o bendito remédio. Problema resolvido, adentramos ao píer e logo a seguir à embarcação.

Todos no deck, e lá vamos nós!! Muitas mochilas, muitas bolsas e sacolas de todos. Sem problemas!!, Nos indicaram um local seguro e seco para podermos deixá-las, e de fácil acesso.

Tivemos nosso briefing sobre salvatagem, o que é de praxe nestes passeios. Um biólogo do projeto Amigos da Jubarte, Alan, nos deu uma excelente explicação sobre as baleias e o que estávamos prestes a observar e informou que não existe a certeza de que iríamos conseguir ver baleias, mas que a probabilidade era grande pois estávamos no meio do período de procriação delas.

Saímos da baía de Vitória, logo após passarmos embaixo da terceira ponte e começamos pra valer nosso passeio. Com pouco mais de uma hora de passeio, começamos a avistar ao longe, alguns saltos de Jubartes, e a animação logo começou. Muitas baleias foram avistadas, mas estava a uma certa distância. Passamos pelos navios que estão ancorados aguardando pelo carregamento/descarregamento de suas cargas em um dos portos e chegamos a ver um pequeno barco com duas pessoas, uma estava dormindo e o outro observando ao redor…como a pessoa dormia com o balanço do barco, ninguém entendeu…faltou a foto. Pena!

E finalmente começamos a observar mais e mais baleias, cada vez mais perto de nós, e muitas câmeras em ação, muitas fotos e filmagens. A emoção é muito grande e os gritos quando elas saltavam, balançavam as nadadeiras peitorais e mostravam as caudas eram inevitáveis. A beleza é indescritível.

E assim o tempo foi passando e nosso passeio sendo cada vez mais bonito. Chegamos a ficar bem próximos de uma baleia, e vimos uma delas dar um enorme salto bem próximo de nós.  Vimos também alguns golfinhos de passagem, mas faltaram os saltos deles…

Crédito Aldo Xavier

A observação de baleias é bem interessante. A embarcação procura ficar sempre na lateral dela, e nunca por mais de meia hora para que a mesma não fique estressada. É tudo muito bem controlado pela tripulação e os biólogos que estão a bordo.

Crédito Aldo Xavier

Neste passeio, foram observadas tantas baleias que não foi preciso chegar na base da plataforma continental, que é aonde a embarcação normalmente chega. Observamos baleias na ida de na volta de nosso passeio, e podemos dizer que a emoção foi muito grande, e a certeza de que a natureza que foi criada por Deus deve ser preservada a todo custo.

Crédito Gisaa

Se você for fazer o passeio de observação das baleias, comente com o pessoal da AVES que leu nosso Blog, assim você nos ajuda a fortalecer as parcerias.

 Agradecimentos

Gostaríamos de agradecer a toda turma que teve esta bela experiência conosco, a tripulação da embarcação “Mar de Abrolhos”, a toda turma da AVES Aventureiros do Espírito Santo pelo convite para o passeio. Agradecimento especial a guia Tatyana, que cuidou da Elaine quando ela teve seu enjoo.

Seguem abaixo todos os contatos para quem deseja fazer este passeio inesquecível.

AVES Aventureiros do Espírito Santo

Rua Gama Rosa, 143, loja 6, Centro, Vitória, ES

Tel: 27 9980-0413 / 99297-7851

Redes Sociais: www.avesvoandoalto.com.br

Instagram: @avesvoandoalto

Facebook: Aves Voando Alto

Amigos da Jubarte

Redes Sociais: www.queroverbaleia.com e www.amigosdajubarte.com.br

Instagram: @amigosdajubarte

Sigam a gente pelo Instagram, @casalviagem.es e pelo Facebook também, Casalviagem.es !! Um abraço e até o nosso próximo blog.!!

 

 

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *