Dicas do Acquamarine Park Hotel e Acquamania.

Dicas de Cumuruxatiba e Hotel Cumuruxatiba/BA
22/11/2017
Passeio Ilhas Itatiaia e Pituã com IlhasTour
04/01/2018

Dicas do Acquamarine Park Hotel e Acquamania.

Acquamarine Park Hotel

Bem vindos mais uma vez ao nosso site do Casalviagem. Esperamos que estejam gostando do nosso novo site, feito com muito carinho e muita dedicação pelo nosso amigo Eduardo. Ele é um excelente profissional!!

Desta vez iremos contar como foi nossa experiência no Acquamarine Park Hotel e no Acquamania. Vamos inicialmente falar do hotel, que fica localizado ao lado do estacionamento do parque aquático, o que já significa que você pode ficar hospedado em um e usufruir do outro.

O Hotel

Um dica para encontrar a entrada do hotel, no sentido de quem vai de Vitória, é passar pelo pedágio da Rodovia do Sol em Guarapari, passar o posto da Policia Rodoviária Estadual e seguir uns 800 metros adiante, sempre pela direita da pista. Existe uma placa informando sobre o parque aquático (vide foto). É uma estrada que está sendo asfaltada aos poucos e contem alguns quebra-molas, mas nada demais. São uns doze quilômetros até a entrada do Hotel, que é a mesma do parque. Você pode até pensar que está perdido, mas siga em frente. Vai passar por outro hotel nesta estrada e logo depois tem a entrada, como já disse. O estacionamento é grande e cabem muitos carros. A sua direita fica o hotel e a esquerda o parque.

Suba a rampa do hotel, estacione o carro, e quando sair, já vai poder sentir o aconchego que é este hotel. Ambiente familiar, uma grande área verde para crianças, um restaurante e duas alas de quartos, parecendo uma vila. Piscinas, quadras de tênis e de futebol, bem como totó e ping-pong.

A recepção tem sempre pessoas dispostas a ajudar, e o check-in é feito rapidamente. Não espere ajudantes para levar suas coisas até o quarto, afinal o sistema é parecido com o de um hotel fazenda. Fique a vontade para levar seus objetos para o seu quarto.

São quarenta quartos, bem arejados e todos padronizados, com ar, televisão com os canais abertos e frigobar. Cada quarto comporta de uma a quatro pessoas, tendo sempre uma cama de casal e até duas camas de solteiros. Crianças até cinco anos não pagam. Os quartos são bem espaçosos, limpos e contam inclusive com um pequeno closet para poder organizar melhor seus pertences. Não espere luxo e pompa!! Lembre-se que você está em um local simples e muito limpo e com espaço bastante para todos curtirem.

O restaurante do hotel funciona até as 22 horas e serve, além do café da manha, almoço e jantar. Caso deseje comer algo após este horário, aconselhamos a passar em um supermercado e fazer algumas compras para as horas de aperto da fome.

Continuando a falar do restaurante, o café da manha servido é sempre farto, as comidas são repostas tão logo acabam na mesa. Sucos, frutas, pães, bolos, fritada de ovo, cachorro quente e outras delicias, ficam a disposição dos hospedes.

Existem diversas opções de pratos quentes para o almoço e para o jantar, tendo em vista que grande parte dos hospedes levam crianças e adolescentes. Incluo pizzas e sanduiches neste cardápio. Para os cervejeiros, tem opção de Skol ou Brahma sempre bem geladas. Se optar por outra marca, fique a vontade para levar a sua e colocar no frigobar ou em um cooler.

Existem duas piscinas no hotel, uma grande, não muito funda e outra para jogar Biribol (vôlei de piscina). Além das quadras de tênis e salão, existe um espaço coberto, par a criançada poder brincar a vontade, inclusive com o diferencial de recreadores, sempre com disposição para animar a turma pequena. Neste espaço coberto, eles vão pintar, desenhar, brincar e existe ainda uma mesa de ping-pong e um mesa de totó.

Reparemos que o hotel da uma atenção especial também as pessoas que querem descansar, com um local entre as duas alas de quartos, com redes para aquele descanso merecido no final da tarde ou a noite. Não tivemos problemas com mosquito, mas é sempre bom levar repelente e inseticidas para o caso de surpresas nem sempre agradáveis.

No site do hotel (https://www.acquamarinehotel.com.br/), existem mais informações. Nós fomos junto com nosso filho e podemos assegurar que foi uma experiência muito válida, ainda mais com a cereja do bolo do hotel, o parque aquático bem ao lado, fazendo com que o carro ficasse estacionado do dia em que chegamos até a hora de ir embora. Diversão sempre segura e garantida, com boa hospedagem em um local que ao mesmo tempo é agradável, com uma mistura do agitado e do calmo harmoniosamente convivendo.

No site, fique sempre atento ao preço da diária, que inclui entrada no parque aquático. Desta forma, é muito mais seguro e mais tranquilo ficar hospedado no hotel e poder usufruir do parque. A relação custo x benefício é 100%, ainda mais para a criançada!!

A seguir vamos falar do Parque Acquamania.

Acquamania

Quem leu sobre o Acquamarine Park Hotel, deve ter ficado curioso também para saber sobre o Acquamania. Para os que não sabem, este parque, junto com o hotel, fazem um complexo, em que juntaram literalmente o útil ao agradável. O problema é que fica difícil saber quem é um e quem é o outro!

Inaugurado em 1995 e sendo o maior complexo aquático do Espírito Santo, o Acquamania conta com dez alas que totalizam aproximadamente cinquenta opções de diversão para todas as idades e todos os gostos.  Uma observação a ser feita é de que na verdade são onze alas, só que infelizmente a Tirolesa está em manutenção. Quer traquilidade, tem a piscina de ondas e o Rio calmo. Quer agitação, tem Splash, Corredeiras e dois toboáguas com muita emoção.

Como temos um filho adolescente, com idade de quatorze anos, ele optou pela segunda opção, ficando grande parte do tempo no splash e nas corredeiras.

Aproveitamos que estávamos hospedados no Hotel Acquamarine e passamos o sábado e o domingo no parque. No sábado aproveitamos para ficar o dia inteiro, saindo quase que na hora do parque fechar, as 17 horas. Claro que chegamos tão logo o parque abriu, as 10 horas da manha.

Fomos muito bem recepcionados pela Niyama, responsável pela área de marketing e comunicação do parque. Ela fez questão de nos acompanhar por todo o parque e nos fornecer informações preciosas sobre cada área, desde a entrada até a saída, nos deixando bem à vontade para fazer filmes e fotos, inclusive matérias com ela e outras pessoas do parque. Obrigado Niyama !!

                                 

Uma das curiosidades do parque, é que praticamente todos as áreas e brinquedos remetem a história do Estado do Espírito Santo, como o Rio Cricaré (Rio lento), Escadaria Maria Ortiz (Heroína capixaba que impediu uma invasão a ilha de Vitória em 1625 por um holandês), a Estação ferroviária de Viana (entrada do parque) e muitas outras curiosidades que valem a pena serem descobertas neste passeio pela área do parque.

O parque ainda tem a disposição das pessoas um guarda-volumes que pode ser alugado pelo dia, e para quem quiser também, tem a opção de alugar boias.

Não trabalhando com dinheiro em espécie por uma questão acima de tudo de higiene, o parque disponibiliza guichês onde se compra um cartão de débito, sedo possível carregar com a quantidade que a pessoa quiser, com a opção de pagar com cartão de crédito ou débito, além de espécie. Se o cliente optar por carregar o cartão em espécie ou débito, na hora que ele resolver em embora, pode passar no guichê que o saldo é devolvido. Não existe a opção para o pagamento em cartão de crédito.

Conta ainda com restaurantes que servem almoço das mais variadas formas com preços justos para o local e sorveteria, ao lado de um guichê para aquisição dos cartões de débito do parque.

Uma ótima ideia que tiveram foi colocar um restaurante e outras opções a mais antes de se passar na entrada para as piscinas. Assim, quem não quiser entrar no parque, tiver que ficar aguardando alguém ou mesmo apenas curtir o visual do parque, tem a opção de comer e beber em um local bastante agradável, o restaurante Amarillo.

O parque tem um projeto arquitetônico sempre voltado para a sustentabilidade e preservação ambiental, tanto que sua localização é bem no meio da Mata Atlântica, numa área de 250 mil metros quadrados.

Protetor solar, boné, óculos, chinelo e quem quiser uma camisa protetora com UVA e UVB são muito bem vindos para proteção, ainda mais para quem quiser ficar o dia inteiro no parque, o que é bem provável que ocorra com a maioria das pessoas, pois a diversão é garantida, com música, e concurso de dança na piscina de ondas, com dançarinas que animam a todos.

Para segurança dos visitantes, o clube conta ainda com uma enfermaria para atendimento rápido em caso de acidentes e com muitos salva-vidas e orientadores em todos os brinquedos e procura dar máxima atenção aos pequenos para que nada de errado aconteça. Quem quiser usar coletes e boias nos braços, fique a vontade.

Nós do Casalviagem resolvemos fazer um resumo do que recomendamos para os pequenos e o que os demais podem curtir!! Observem abaixo:

Vila – É a entrada principal do parque! Tem alguns mirantes para se observar as piscinas dentro do parque aquático e uma área com muitos brinquedos para a criançada. Ali fica o restaurante Amarillo e uma cafeteria, bem como a área administrativa do parque, sempre com construções voltadas para a história do nosso Estado.

Enseada do Pirata – Uma das duas áreas mais dedicadas aos pequenos, mas que também traz diversão para os demais. Um Bucaneiro faz a festa da garotada, com tuneis e escorregas em uma piscina com outros atrativos. Para os mais crescidos tem a Cachoeira do Pirata, uma rampa bem divertida, e ainda tem duas rampas com aproximadamente 21 m de altura (7 andares), para os que curtem uma brincadeira mais radical.


Forte – Localizado bem em frente a descida que da acesso ao parque aquático, contem uma grande piscina tipo hidromassagem, com jatos fortes saindo dos bocais, realizando uma gostosa massagem para os amantes do relax. Contem também dois escorregadores altos e curtos, que lembram duas línguas, dando a sensação de um mergulho profundo e refrescante. Alí é sempre bom a garotada ir acompanhada de um adulto pois a profundidade é grande devido ao impacto dos escorregadores. A grande piscina é dividida em 3 partes, com quatro torres ligadas duas em duas por pontes. A ponte da esquerda é onde ficam as duas línguas escorregas, parte mais funda, a parte do meio é onde fica a hidromassagem, mas fora dela também é um local meio profundo, e a ponte da direita é onde fica a parte rasa da piscina, ideal para ao garotada mais nova.

Lagoa Mirim – Esta sim! Toda voltada para a criançada, com um escorregador leve, muitas atrações infantis e muito espaço para a turminha aproveitar e se refrescar bastante.

Piscina de Biribol – Para quem curte jogar um vôlei na piscina, existem três a disposição para os amantes deste esporte. Basta solicitar a bola e se divertir.

Rio kiri-Karé ­– O famoso rio da correnteza, calmo e tranquilo, possui boias para auxiliar na “viagem”, bom para família. Crianças pequenas devem ir acompanhadas de um adulto e obrigatoriamente na boia. O rio é bem calmo como já disse e quando passa embaixo de uma ponte as pessoas tomam um refrescante banho.

Ilha dos Papagaios – Nesse local se encontram o guarda-volumes e aluguel de boias do parque. É um local que também pode ser alugado para festas e eventos.

Bacutanga – Mais fácil de chamar de piscina de ondas. Muito curtido pelos visitantes de todas as idades. A parte mais distante é funda, mas na frente é bem legal e a criançada se diverte muito. Ainda conta com a diversão de dançarinas que fazem apresentações dos mais variados estilos musicais e concurso de melhor dançarino.

Corredeiras –. Dividido em duas partes, no total de cinco escorregadores, sendo três mais tranquilos, exatamente para curtição da garotada, com curvas bem divertidas, e dois mais radicais, sendo obrigatório o uso de tapete (escorregador verde) e o super-kroc (alusão ao crocodilo), que tem duas descidas que devem ser feitas de boias disponibilizadas pelo parque, exclusivas para o brinquedo.

Splash – Este sim, para os que gostam de adrenalina e muita ação, uma descida de 50 metros, feita em uma prancha de espuma em seis bordas, onde se pode atingir uma velocidade grande, tendo dois degraus que fazem o gelado da espinha virar para a barriga!! Diversão garantida para a rapaziada e os mais experientes.


Estas são as atrações do parque e as nossas interpretações de cada uma delas. Esperamos ter ajudado aos curiosos e aos que tem vontade de saber um pouco mais sobre este complexo aquático.

Em relação aos preços, para adultos, custa R$ 84,00 e crianças até 12 anos pagam R$ 42,00. Lembrando que idosos acima de 60 anos, deficientes físicos, doadores de sangue e estudantes com carteirinha pagam meia entrada, sempre apresentando documentos com foto.

No site do Acquamania: http://www.acquamania.com.br/ vocês podem encontrar mais informações a respeito deste maravilhoso lugar para toda a família.

Mais uma vez, gostaríamos de agradecer ao convite feito pela Nayama, responsável da área de Marketing no Acquamania, para esta maravilhosa aventura que vivenciamos em um final de semana de sol incrível!

 

Nos vemos em nosso próximo post,

Beijos, Elaine e Rodrigo.

Sigam a gente pelo Facebook: casalviagem.es

Acompanhem a gente pelo instagram: @casalviagem.es

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *