Dicas de Porto Seguro

Quiosque do Pitanga/Praia de Castelhanos – Anchieta/ES
24/05/2018
DICAS DE PENEDO/RJ
08/11/2018

Dicas de Porto Seguro

Dicas de Porto Seguro

Estamos aqui novamente para poder contar como foi nossa última viagem à Porto Seguro. Sempre fomos a “PS”, mesmo antes de casar, mas nunca fizemos uma matéria sobre o lugar, talvez por ser um dos lugares turísticos mais conhecidos do Brasil, talvez por não lembrarmos, ou por outro motivo qualquer. Desta vez, sem desculpas, estamos fazendo a matéria.  Vamos fazer uma geral sobre a cidade e seus arredores, alguns passeios feitos, lugares para comer e dicas e mais dicas como sempre, sempre no intuito de ajudar a quem não conhece ainda esta bela cidade de águas mornas e para os que já conhecem e querem saber de alguma novidade, já que exatamente por ser uma cidade turística, tem sempre com uma novidade para quem chega.

Como moramos em Vila Velha, ES, a distância é um pouco maior do que quem vai para o Rio de Janeiro de carro. São aproximadamente 600 km entre a capital, Vitória, e Porto Seguro. A estrada está boa nos dois estados, mas todo cuidado é pouco, pois existem curvas bastante traiçoeiras um pouco antes da divisa com a Bahia. O trânsito de caminhões também é muito intenso. A viagem dura entre 8 e 9 horas, em velocidade moderada e parando algumas vezes para comer, esticar as pernas e ida ao banheiro. Procuramos sempre sair durante a madrugada, entre 3 e 4 horas, para poder chegar a tempo do almoço ainda. Outra dica que sempre passamos para quem vai fazer esta viagem de carro é quanto ao preço dos combustíveis. Alcool, gasolina e na época o diesel também, estava mais barato no ES que na BA. Desta forma, abastecemos o carro em Pedro Canário e vamos até Porto Seguro. Rodamos por lá durante o período de estadia e normalmente o combustível ainda dá para vir sem problemas até a divisa novamente. Se rodar muito, recomendamos abastecer no trevo de Eunápolis o bastante para poder chegar até a divisa, aí sim, novamente em Pedro Canário, abasteça. Já tivemos problemas uma vez com a gasolina que abastecemos em um posto da Bahia, e, na dúvida, preferimos não correr mais o risco. Em Porto Seguro também a gasolina se aproxima dos 6 reais nos dias atuais, e aqui no ES pagamos em média 4,50 no litro. Uma boa diferença em se falando de 1500 km a serem rodados em média em cada viagem que fazemos a Porto Seguro.

Não quer ir de carro?? Tranquilo, Porto Seguro tem um aeroporto internacional, com uma pista de dois mil metros de comprimento, o aeroporto é atendido pelas principais cias aéreas do Brasil e é bem próximo do centro da cidade. A rodoviária também é próxima e recebe linhas de todo o Brasil. Voltando as passagens aéreas, procure sempre comprar com antecedência pois os preços não são tão baratos, ainda mais em feriados e épocas de alta temporada. Quem vai de avião ou outro tipo de transporte diferente de veículo próprio, a dica é alugar um carro para se movimentar na cidade, pois existem muitos pontos a serem visitados na cidade e arredores.

Depois das dicas de como chegar a Porto Seguro, vamos contar um pouco de nossa viagem e dos lugares que visitamos para ajudar vocês neste roteiro.

Como dissemos, saímos de madrugada de casa, e chegamos em PS aproximadamente na hora do almoço. E qual foi o hotel que escolhemos para esta estadia de três pernoites? Bom, pela primeira vez nós reservamos um hotel antecipadamente para nossa viagem.  Em todas as nossas outras viagens deixamos para escolher na hora da chegada pelo hotel/pousada. Nunca tivemos problemas, já que na cidade existem em média quarenta mil quartos para todos os gostos e bolsos de quem chega. Mesmo em alta temporada não é muito difícil de se achar um lugar onde esticar as pernas, desde resorts maravilhosos até simples pousadas ou um hostel. Se, mesmo assim ainda tiver algum problema para se hospedar, vá para Santa Cruz de Cabrália ou Arraial d’Ajuda, ao lado de PS, e você encontrará um local para ficar.

Desta vez, procuramos no Trip Advisor e logo encontramos um hotel que estava com um excelente preço, que nos atendia. Ficamos hospedados no Hotel Barra Sol Praia Hotel localizado na praia de taperapuã. Perto de supermercado, restaurantes, praias, o hotel foi um local de excelente estadia, quartos confortáveis com ar split, alguns com varandas, estacionamento, piscina, área de recreação, muito verde, restaurante, atendimento cordial e em um local sossegado, longe da muvuca da cidade. O único senão do hotel ficou para a falta de um secador de cabelo no quarto, e nem sequer no hotel, bem como ferro de passar roupa, o que gerou um ponto negativo na avaliação pra o Trip Advisor. Café da manha farto e gostoso, mas sem muitas variedades entre os dias que ficamos hospedados. Normal, em se tratando de Porto Seguro. Quer conforto 100%? Fique em um dos muitos hotéis all inclusive que existem na cidade. Para nós, um hotel onde a cama seja confortável, um banheiro bom, tenha garagem para o carro e sirva um café da manha gostoso e fique perto de alguns comércios, está de bom tamanho, tendo em vista que passamos praticamente o dia inteiro na rua, com sempre fazemos.

Como disse, chegamos, guardamos as malas no quartos e descemos para almoçar. Não sei se devido à fome, ou ao horário, ou aos dois juntos, mas a comida estava maravilhosa, arroz e feijão muito bons e a carne maravilhosa. O tempo não estava ajudando muito na nossa chegada, nublado, mas pelo menos não chovia. Almoçamos e retornamos para o nosso quarto para um descanso depois de 9 horas de viagem. Queríamos aproveitar a noite!!

A noite começamos a nossa viagem gastronômica por Porto Seguro. Quem já foi em Posto Seguro sabe que se consegue comer de quase tudo neste lugar. Vamos dar dicas de dois lugares que fomos e que gostamos muito, com comida simples, porém de preço justo. Na antiga Passarela do Alcool, agora do Descobrimento, existem inúmeros restaurantes onde se pode comer muito bem e pagar por preços justos. Claro que existem lugares em que a comida não é tão em conta assim, mas o nível também é outro dos frequentadores. Aqui, vamos falar de preços que cabem dentro do bolso de qualquer brasileiro mortal.

Um desses lugares se chama Restaurante Churrascaria e Pizzaria Bentivi, pertence ao Jean, que não estava no momento de nossa chegada, mas que deixou uma pessoa responsável pelo nosso atendimento. Como Jean veio de São Paulo, o ponto forte dele são as pizzas, inclusive a famosa pizza “quadrada”. Na verdade, dependendo do número de pedaços que forem escolhidos, ela acaba ficando retangular. È uma boa forma de atrair os clientes. Eles servem também outras variedades de comida. No lugar, havia bastante gente, e várias mesas ocupadas, mesmo assim o atendimento não foi demorado e fomos muito bem atendidos desde a hora em que chegamos até o momento de nossa saída. A pizza que pedimos estava muito gostosa, bastante recheada. Preço acessível a todos e local de fácil estacionamento. Esta é nossa primeira dica de local em Porto Seguro.

Gostaríamos de agradecer ao Jean pelo convite e pela parceria que fizemos.

Endereço: Av. dos Navegantes 670 – Centro – Tel.: (73) 3288-3623

www.bentivi.net

Nossa segunda dica é um self-service com uma deliciosa comida caseira, a um preço acessível, que ficava bem perto de onde estávamos hospedados, mas que também tem uma filial no centro de Porto Seguro. Como o próprio nome já apresenta, Casa Mineira Restaurante e Choperia, a comida é tipicamente da região que dá o nome ao restaurante, abre todos os dias das 12 às 16 horas, e o atendimento é perfeito. O proprietário, Ricardo, está sempre no local para dar aquele atendimento diferenciado. Os dois restaurantes contam com uma decoração típica da roça, com muitas mesas na área externa, caprichando no toque mineiro.

Gostaríamos de agradecer ao Ricardo pelo convite e pela parceria que fizemos.

Endereços: Avenida dos Navegantes 769, Centro, P.S. e Rua do Telégrafo, 1979, Praia de Taperapuã, P.S. Instagram: @casamineirarestaurante. Facebook: casamineirarestaurantes.

Porto Seguro é uma cidade muito diversificada, e tem atrativos para o dia todo. Em altas temporadas, existe um turno das pessoas que acordam as 8 da manha, tomam café, vão para a praia, descansam um pouco e vão a noite para a diversão, mas que não chegam tarde, repetindo no dia seguinte o que fez no dia anterior. São as pessoas que vão para descansar e curtir a cidade, sem exageros. Mas também tem aquelas pessoas que acordam as 11 da manha, não tomam café e vão direto para a praia, almoçando as 5 da tarde e muitas vezes nem descansando, emendando com a noite de Porto, indo em uma das suas famosas barracas com um show diferenciado todas as noite, sempre de axé e músicas baianas, muitas vezes com artistas e grupos de fama nacional e internacional, que vão até as 3 da manha. Estes turistas querem sim, curtir o que a cidade realmente tem para o turista.

Bem perto dali, temos a famosa praia de Arraial D’Ajuda, basta atravessar a balsa, em uma travessia de pouco mais de cinco minutos, cortando o Rio Buranhém. Existem dois tipos de balsas, uma para carro e outra para pessoas. Os preços variam, pois morador paga um valor e turistas pagam outro, mas nada exorbitantes. Em arraial existem várias praias, como a praia do Araçaípe, praia dos pescadores, praia do Delegado e outras mais. Vários hotéis e vários bares no estilo Lounge beiram a praia, sempre oferecendo aos turistas boas comidas e bebidas. Fomos no Cabana Grande, localizado na praia do parracho. Ambiente descolado, ótimos drinks e comida excelente. Vale pena conhecer !!

Em altas temporadas, os preços ficam um pouco salgados, e alguns bares cobram consumação mínima por mesa, que é revertida em comida e bebida para os usuários. Dependendo do local da mesa, a consumação tem preços variáveis. Este fato não acontece em períodos de baixa temporada. Os hotéis também costumam ser mais caros que em Porto Seguro.

Tem quem diga que Arraial é melhor do que Porto, por ser um local mais seletivo, mas tem quem diga o contrário, que prefere porto à Arraial. Tudo depende do bolso e do que você quer fazer durante o dia e a noite. Vale lembrar que o serviço das balsas funciona 24 horas, com intervalos maiores em momentos de menor movimento.

Arraial também conta com um parque aquático, o Eco Parque Arraial d’Ajuda, que conta ainda com um resort. O parque conta com 16 atrações para crianças e adultos, algumas delas bem radicais. Os preços variam de R$ 70,00 (idosos, acima de 60 anos), R$ 90,00 (criança, acima de 1 m até 11 anos) e R$ 120,00 (adulto, de 12 anos até 59 anos). Existem pacotes para individuais com descontos para quem for 2 ou 3 dias. Criança abaixo de 1m não paga entrada. No site do parque se tem mais informações: www.arraialecoparque.com.br .

Créditos - Taperapuã Praia Hotel

Créditos – Taperapuã Praia Hotel

A rede hoteleira de Arraial conta com muitos hotéis de 5 estrelas, alguns inclusive são usados para festas de casamentos e outras mais, sempre muito badaladas por artistas e cantores, muitos deles internacionais.

Existe ainda entre Porto e Arraial, a Ilha dos Aquários, uma área verde nativa e preservada, onde acontecem espetáculos a céu aberto durante as noites. A ilha conta ainda com 5 aquários onde podem ser encontrados tubarões, arraias, meros e outras espécies de peixes, restaurantes, bares e feiras de artesanato. Neste mês de julho, por exemplo, a ilha vai abrir em datas específicas. Barcos levam e trazem os visitantes em horários específicos. No site da ilha existem maiores informações a respeito das atrações: www.ilhadosaquarios.com.br .

Créditos – Cláudia Alves Fotografias

Se de um lado de Porto Seguro, temos Arraial e Ilha dos Aquários, do outro temos Santa Cruz de Cabrália, local onde foi realizada a primeira missa no Brasil, e praticamente um território pertencente aos índios, com muitas lojas que vendem todos os tipos de artesanatos produzidos por eles. Vale muito a visita. Sempre que vamos compramos muitos utensílios de cozinha para nossa casa. Os preços são bem baratos.

Voltando a Porto Seguro, a cidade tem a famosa Passarela do Alcool, que por motivos óbvios teve seu nome alterado para Passarela do Descobrimento. Ali, durante a  noite, muitas barracas são montadas e pode-se encontrar de tudo, desde o delicioso brigadeiro feito com manteiga de garrafa, passando por lojas que vendem todos os tipos de doces, temperos (especialmente as pimentas), roupas, camisas, bebidas e lembranças de todos os tipos, como a garrafa de cachaça que tem um caranguejo dentro, para dar aquela “curtida”. Existem também vários restaurantes de frutos do mar, massa, carne e aves, com os mais variados preços, para todos os bolsos.

É ali na que também fica o píer dos saveiros que saem em direção a Recife de Fora, um dos passeios mais incríveis que existe na cidade. Muitas lojas especializadas em mergulho e passeios vendem a saída, inclusive alugando sapatos, mascaras de mergulho e snorkel para os esquecidos e/ou desavisados. Vamos falar deste assunto daqui a pouco.

A cidade está sempre em crescimento, com muitos empreendimentos comerciais e residenciais. Porto Seguro hoje é uma cidade com vida própria, que oferece muito entretenimento para todos os tipos de pessoas, sejam solteiros, casados e famílias.

Vamos falar agora de 2 lugares especiais: O primeiro, um paraíso de Porto Seguro, que impressiona sempre a todos, sejam turistas ou não, e o segundo, para refrescar a alma e o calor de Porto Seguro depois de um dia de sol e muito calor.

Passeios ao Parque Marinho de Recife de Fora

                   

Resolvemos falar deste lugar porque ele é um dos mais procurados por quem visita a cidade, além de ser na nossa opinião, o passeio mais bonito entre os que são oferecidos pelas empresas de turismo da região, fazendo valer cada centavo pago pelo passeio.

Fomos convidados pela empresa Luanda Turismo Passeios Náuticos a fazer este passeio. Já havíamos feito a mais de quinze anos, quando viemos a PS em nossa lua de mel, mas ele hoje está muito mais completo e didático.

Existem várias empresas que oferecem este passeio, que quase sempre é feito no período da manha, quando a maré está baixa. Os preços não variam muito, ficando sempre na casa dos 80/90 reais, mais a taxa que a prefeitura cobra para cada visitante. Como já dissemos, existe ainda o aluguel dos equipamentos básicos, como máscara e snorkel, podendo também quem quiser alugar um calçado próprio para o uso, ou ir de com um calçado que proteja as solas dos pés, pois existem muitas pedras e ouriços (não queira ter um espinho de ouriço cravado na sola do pé ou outra parte do seu corpo). O aluguel dos equipamentos pode ser feito com a própria empresa ou com pessoas que também alugam na hora do embarque, bem em frente ao Pier. Existem diferentes tipos de máscaras para mergulho, inclusive aquela que cobre o rosto todo, que dá a possibilidade de se respirar também pelo nariz, o que facilita a adaptação dos que tem certa dificuldade em mergulhar.

O píer de embarque fica bem em frente a praça central da cidade. É fácil de ser identificado pois a aglomeração de pessoas é grande no horário do embarque. São várias escunas que partem quase ao mesmo tempo em direção ao parque.

Vamos falar um pouco mais especificamente sobre o parque e dar algumas orientações sobre a visita.

A área do parque abrange 17,5 Km² de área, mas apenas 3% desta área pode ser usada pelo limite de 400 visitantes diários. Os demais 97% da área são de proteção ambiental. Mesmo assim, pode-se observar muito da fauna marinha, como peixes de várias cores e espécies, moluscos, crustáceos, algas e corais. O uso de calçado que proteja os pés é indispensável. Os passeios acontecem sempre no período das luas cheia e nova e sempre com a maré baixa, quando são formadas as piscinas naturais. A profundidade máxima da piscina que nós fomos é de 1,70m, mas nas bordas elas são bem menores, em torno de cinquenta centímetros a um metro, o que ajuda muito para o mergulho de superfície com snorkel. Quem quiser se aventurar pode ir para o meio da piscina, onde a profundidade é maior como já dissemos.

Depois de uma hora de viagem, sem muitos balanços, pois os recifes ficam a mais ou menos dez quilômetros da costa, as escunas param a pouca distância das piscinas. Quem quiser, pode mergulhar direto e ir nadando, mas quem não quiser, eles dispõem de um barco pequeno para levar os visitantes até as piscinas.

Chegando nas piscinas, os guardas do parque recepciona as pessoas sempre em grupos, onde dão as orientações e um pequena aula sobre os animais marinhos, mostrando alguns deles inclusive. É sempre bom ouvir e ficar atento as explicações dele sobre as limitações da área de visita e as explicações sobre a fauna marinha do local. Depois das explicações, todos estão liberados para o mergulho e observações. Alguns fotógrafos sempre aparecem oferecendo seus serviços, com câmeras especiais, para uma lembrança do local. É possível também comprar camisetas do projeto de preservação do parque, 20 reais cada uma.

Após uma hora e meia aproximadamente, de mergulhos e banhos, a maré começa a subir, e podem acreditar, de uma forma muito rápida, de modo que, quando eles começarem a chamar para o retorno as escunas, não demore, pois pode ser arriscado para os mais desatentos, apesar da segurança.

Tanto na ida, quanto na volta, as escunas dispõem de bebidas e comidas para quem precisar. Quem quiser, pode levar também, sem problemas ou restrições, bastando guardar, ou jogar nas lixeiras das escunas as sobras de comidas, papéis e garrafas plásticas/canudos. A natureza agradece.

Quem achar que pode enjoar é só procurar orientação médica e pedir um remédio para enjoos. Leve máquina fotográfica, mesmo que não seja a prova d’água, pois o visual é muito bonito. Mais uma vez, não deixe de proteger os pés. Para os pequenos, além da companhia dos pais ou responsáveis, é sempre boa a utilização de um colete salva-vidas. Não esqueça de passar o protetor solar, leve um boné ou chapéu, e quem tem aquelas camisas que protegem de raios UVA/UVB também fica a dica para usar. Eu sempre procuro levar leite condensado, para beber se necessário e para proteger os lábios de rachaduras que podem ser causadas pelo sal do mar junto com o sol.

Agora, vamos falar do segundo assunto, uma sorveteria que sempre íamos em nossas visitas a Porto, mas que desta vez, tivemos a oportunidade de conhecer o proprietário, a pessoa que fez as “receitas” dos sorvetes. Preparem-se para a encherem a boca d’água.

Gostaríamos de agradecer ao Tony e ao Nuno pela oportunidade do convite e da parceria.

Contatos: www.luandaturismo.com.br

Tel.: (73) 3268-3723 / (73) 98198-5151

Email: passeiosluandaturismo@gmail.com / nunoluandaturismo@gmail.com

Sorveteria Coelhinho

Como um lugar onde o calor faz parte da maior parte do ano, cheio de turistas e com algumas da melhores praias do Brasil, logicamente que Porto Seguro é cheio de sorveterias, de todos os tipos, mas, sempre tem aquelas que mais se destacam, e a que mais se sobressair entre as melhores de Porto, é a famosa Sorveteria Coelhinho.

É um caso a parte na arte de se fazer sorvete, ou gelatto em italiano. Quem nunca experimentou, deve fazê-lo, pois, com toda a certeza vai querer ficar freguês deste lugar que alem de ter um atendimento primoroso, e ser muito charmoso, está em franca expansão com suas franquias.

O dono da franquia, Bruno, Italiano da ilha de Sardenha, faz questão de dizer que todos os sabores dos sorvetes foram desenvolvidos por ele, e que o controle de qualidade é extremamente rigoroso, desde o fornecimento das matérias primas como o leite e as pastas, até o modo de se fazer a mistura dos ingredientes, seguindo a tradição italiana de fazer sorvete, ou gelatto como eles costumam chamar.

São vários sabores, alguns produzidos durante todo o ano, e outros sabores com período de produção variável, dependendo da época do ano. As lojas mantêm sempre o mesmo padrão de apresentação e as máquinas de fabricação são todas importadas do Itália, garantindo sempre o mesmo padrão de qualidade em qualquer uma das lojas (só em Porto Seguro são cinco lojas) e fora da cidade há lojas franqueadas em Coronel Fabriciano, Ipatinga, Belo Horizonte, Vila Velha e breve em Vitória.

Acreditamos que a melhor pessoa para fornecer mais informações sobre a sorveteria, como são fabricados e sobre as  franquias, é o Bruno. Sendo assim, segue uma breve entrevista que fizemos com ele.

                                   

Gostaríamos de agradecer ao convite do Bruno e da Bruna e pela parceria que fizemos. Adoramos conhecer este casal de empreeendedores. Sucesso garantido!

Contatos:

Site: www.sorveteriacoelhinho.com.br

Instagram: @sorveteria_coelhinho

 

Abraços e até a próxima matéria, sobre a cidade de Penedo.

Sigam-nos pelo Instagram: @casalviagem.es  ou pelo Facebook: casalviagem.es

 

Deixe um comentário!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *